Roma: a cidade eterna

O que fazer em Roma Coliseu em Roma

Para abrir com chave de ouro minha viagem escrita pela Itália, vou falar sobre Roma: a cidade eterna (que dividirei em alguns capítulos)!

Antes de qualquer coisa, (sim, eu sou chata) para quem leu meus posts iniciais, sabe que eu detesto viagem estilo Facebook (dessas agências famosas de viagens, que vendem pacote caríssimos de 15 cidades em 15 dias). Eh muito melhor (e verdadeiro) ficar 15 dias em Roma, Florença e Veneza do que os ideias malucas que miram estar em um local, fazer o check list e partir para outro local.
Chatices a parte, quando alguém me pergunta quanto tempo ficar em cada cidade, sempre respondo o seguinte sobre Roma:  “3 dias correndo se o objetivo é ver o “tudo-turístico” e não entrar em museus; 4 dias correndo caso queira entrar em pelo menos 1 museu, 5 e 6 se não quiser fazer às pressas (o ideal, claro).”
Mas é óbvio que, esse “tudo-turístico”  é aquilo mostrado nos guias turísticos. Estive 3 vezes em Roma e há muita coisa que eu ainda não vi!

 

Turistando.in Roma-mapa-turismo

Bom, quando me pedem conselhos, eu sempre divido Roma em 4 partes: norte (que na imagem eu denominei como Vaticano com, claro, a cidade do Vaticano, o Castel Sant’Angelo, o Ara Pacis, a Piazza del Popolo terminando no Borghese); centro (que chamei de Roma barroca); sul (com a parte antiga de Roma, o Colosseo, o Foro Romano e etc) e Trastevere.
Esta divisão é boa para o turista apressado e que não pode perder muito tempo com o ir e vir.
Mas para este blog dividirei Roma por coisas a se ver.
Primeiro a Roma dos romanos, sobre a parte muito antiga de Roma, que fica ao Sul do mapa acima.
A Roma barroca eu dividi em 3 partes, dentro do post Roma católica-artística, na qual usarei as igrejas para mostrar obras de artes da arquitetura, da escultura e da pintura e a Roma Barroca e o Vaticano.
E em breve farei um breve tópico sobre os Museus de Roma. Mas se precisar de dicas, é só escrever na parte dos comentários logo abaixo.
Em relação à época do ano, não acho que exista uma melhor época. Roma estará sempre lotada.
No entanto, das 3 vezes que estive, diria que o mês de abril foi o mês mais cheio; com as filas mais longas, sem contar nas chuvinhas, no vento frio que batia de repente e no calor que do nada aparecia. Junho e Julho, apesar de ser muito quente tem menos filas nos museus e igrejas.
1.6kfãs
1kfãs
27.1kfãs
4.7kfãs

About Juliana (www.turistando.in)

Mãe do Léo, professora de italiano e apaixonada pelas maravilhas do mundo. Viajaria mais se o dólar estivesse mais baixo!

9 thoughts on “Roma: a cidade eterna

  1. Oi Juliana, muito bom os seus roteiros, parabéns e obrigado por compartilhar.

    Por sorte ou azar, percebi agora que estarei em Roma no final de semana no feriado de Corpus Christi (entre os dias 17 e 22 de junho). Você tem idéia de como é esse feriado por lá?

    E já que estarei lá, tem alguma dica específica para esse feriado?

    obrigado!

    Douglas

  2. Muito obrigada, Juliana. Pois é, vimos esse Roma pass, mas vamos ter uma estadia quebrada em Roma. Ficaremos 1 e 1/2 dia e depois dois dias inteiros. Acabamos nos arrependendo dessa escolha, mas, infelizmente, não tem mais jeito.

  3. Oi Adriana
    Que bom que meu blog està te ajudando!
    😉

    Bom….. existem 2 bilhetes que dao acesso ao Coliseu. Um é o bilhete normal que permite acesso ao Coliseu, Foro Romano e Palatino;
    Um segundo é permitido apenas a um pequeno grupo diario, seguido de um guia e que dà acesso ao subterrâneo.

    Se for apenas para entrar no Colosseo, voce pode comprar aqui (http://www.rome-museum.com/br/), mas quando eu fui (2008) valia mais a pena usar o Roma Pass (http://www.romapass.it/ – se compra atravès deste link: http://www.romapass.it/acquista.aspx?t=acquisto) e que dà direito a condução por 3 dias e entrada gràtis para 2 museus ou sìtios arqueològicos (aconselho o complexo do Coliseu + Forum Romano e uma escolha entre Museu Capitolino e Borghese)e descontos em outros museus.

    Se a ideia é conhecer o subterraneo, voce terà que reservar a visita guiada (ingles, espanhol ou italiano).
    Reservei no ano retrasado para duas alunas atravès daquele mesmo site, porém neste link: http://www.rome-museum.com/booking-colosseum-third-tier-hypogeum-porta-libitinaria.php.

    Caso voce nao consiga comprar antecipado e nao tiver interesse em comprar o Roma Pass, a fila na entrada do Foro Romano é bem menor que a fila no Coliseu, e o bilhete é o mesmo!

    O Roma pass também pode ser comprado diretamente nos postos da central de Turismo. Acho até melhor comprar direto!
    😉

    Espero ter te ajudado e se precisar tirar mais duvidas, me escreva (nao sei quando terei tempo de terminar o relato! ;))
    Abraços,

  4. Oi Juliana. Vamos para a Itália no início de outubro e o seu blog está nos ajudando muito, sem dúvida é a nossa referência, principalmente para Roma. Por isso, queria tirar uma dúvida, estamos tentando comprar o bilhete para o Coliseu, mas o site http://www.ticketclic.it não nos permite comprá-lo. Há algum outro site no qual podemos comprar o ingresso antecipado? Muito obrigada

    1. oi Cíntia
      que bom que você gostou do nosso blog
      😉
      estamos viajando agora, mas tentarei te ajudar.
      Agosto é férias italiana. significa que muita coisa estará fechada, mas ao mesmo tempo, estaráo mais baratas. curiosamente agosto é férias média temporada!
      sobre o tempo, agosto faz muito calor. muito mesmo!
      Aconselho levar apenas roupas leves e muito protetor solar!
      você vai agora ou no próximo ano?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *